CUT espera que o Senado aprove 100% dos royalties para educação

A Câmara aprovou 75% dos royalties do petróleo para a educação e destinou os 25% restantes para a saúde. A votação contrariou o pedido de 100% da presidenta Dilma Rousseff. Cabe, agora, ao Senado, aprovar o novo texto dos deputados.

Deixe um Comentário

comentários