Depois de 23 anos, ossadas de vítimas da ditadura não foram identificadas

A Vala clandestina em Perus foi descoberta em 1990. Nessa terça feira (10), a Comissão de Direitos Humanos da Alesp ouviu a polícia técnico-científica do estado de São Paulo, Norma Sueli, a qual afirmou que nunca viu nenhuma das ossadas da Vala.

Deixe um Comentário

comentários