Diversos atos pelo mundo foram realizados em apoio à Marielle Franco

Rede TVTseg, março 19, 2018 1:16pm

A Superintendência dos Correios na Paraíba negou a versão dada pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, de que a munição usada na morte da vereadora do Rio, Marielle Franco, do PSOL, foi roubada da sede dos Correios no Estado. A declaração do ministro veio após ser revelado que a munição pertencia a um lote vendido à polícia federal de Brasília.

Deixe um Comentário

comentários