Feminicídio: um crime de ódio, mas ainda oculto na sociedade

Rede TVTsex, janeiro 27, 2017 8:18pm

Ódio, desprezo ou a sensação de perda do controle e da propriedade sobre as mulheres. Esses são sentimentos comuns em histórias que terminam de forma trágica, quase sempre com assassinato. O algoz, na maioria dos casos, é alguém com quem a pessoa se relacionava, o que torna a situação ainda mais cruel. A casa onde, teoricamente, a mulher deveria estar abrigada, é o local onde termina por perder a vida. Leis retrógradas foram sendo banidas do Código Penal, mas seus efeitos ainda estão arraigados, tanto no imaginário da população, quanto entre os próprios juízes e advogados. Não é incomum lançar-se a culpa sobre a própria vítima.

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.