Leilão de Alckmin ameaça por na rua mais de mil moradores

A Justiça suspendeu o leilão dos terrenos, na zona sul de São Paulo, onde moram cerca de 400 famílias. Mas o perigo persiste, já que o secretário estadual de Planejamento Regional, Júlio Semeghini, afirma que a medida judicial não impede a remoção das famílias.

Deixe um Comentário

comentários