Lula no Nordeste: ‘Só serei candidato se forem concretizadas as ameaças às conquistas sociais’

Fonte: Rede Brasil Atual

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva cumpre esta semana uma série de compromissos no Nordeste do país. A agenda política é intensa. Ontem (1°), em Fortaleza, ele encontrou-se com o governador do Ceará, Camilo Santana, e os irmãos Ciro e Cid Gomes. Ainda na capital cearense, esteve presente na homologação da candidatura da deputada federal Luizianne Lins (PT-CE) à prefeitura.

A agenda inclui passagens pelo Ceará, Bahia e Rio Grande do Norte. Lula é aguardado amanhã no município de Santa Cruz Cabrália, no extremo sul da Bahia, onde será homenageado por assentados do conjunto conhecido como Assentamento Lulão, onde será homenageado pelos moradores. A visita é aguardada para as 11h.

Em entrevista ao jornal Tribuna do Norte, de Natal, onde tem agenda à tarde e noite de hoje, Lula afirmou que só será candidato se as ameaças do golpe se concretizarem e não houver alternativas. “2018 ainda está longe e não há nada decidido. Só serei candidato se forem concretizadas as ameaças às conquistas sociais destes últimos 14 anos e as forças democráticas e progressistas entenderem que não há outro nome em melhores condições”, afirmou.

Na capital potiguar, o ex-presidente se reúne com sindicalistas e movimentos sociais às 15h. A partir das 19h, está programado evento de lançamento do deputado estadual Fernando Mineiro (PT) à prefeitura, no ginásio do DED.

À Rádio O Povo, de Fortaleza, disse que foi às Nações Unidas “para exigir que haja respeito” em relação a ele. “A única coisa que eu quero é respeito.” Afirmou também: “Não sou candidato: peço a Deus que apareça alguém mais jovem do que eu”.

Na entrevista ao Tribuna do Norte, ele disse acreditar ser possível “reverter o impeachment” de Dilma e que, para isso, “nós precisamos dos votos de poucos senadores”. Particularmente no Nordeste, “várias pesquisas indicam que a maioria da população já se posiciona contra o impeachment”.

Lula comentou os casos em que é objeto de investigações no Ministério Público e no Judiciário. “Já faz mais de dois anos que sou alvo de diferentes insinuações, acusações e denúncias, sempre divulgadas com o sensacionalismo pela maioria dos grandes veículos de comunicação do país”, declarou. “Nunca me neguei a dar qualquer explicação. Prestei cinco depoimentos pessoalmente a diferentes órgãos e entreguei outros dois por escrito. E nada foi provado contra mim.”

Em Santa Cruz Cabrália, estão assentadas 132 famílias, com energia elétrica. As famílias vinculadas ao MST contam com cinco poços artesianos, um galpão como espaço social, nove represas, uma escola, uma quadra poliesportiva e uma despolpadeira de frutas.

O município fica na chamada Costa do Descobrimento, região em que ocorreu a primeira missa dos portugueses no Brasil, em 26 de abril de 1500.

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta