Melhor e Mais Justo: Bolsa Família

Comida na panela, criança na escola, carteira de vacinação em dia.Conquistas de cidadania.Nos últimos anos, 28 milhões de brasileiros saíram da pobreza absoluta e 40 milhões entraram na classe média.É o resultado de políticas públicas intensivas para a superação da miséria.
Parte desse avanço, vem do maior e mais abrangente programa de transferência de renda do governo federal: o Bolsa Família, que hoje atende cerca de 15 milhões de famílias, aproximadamente um quarto da população brasileira.
Em uma década de existência, há quem critique o programa por ser, supostamente, pouco efetivo na emancipação dos beneficiários, mas para alguns especialistas, apesar das necessidades de aperfeiçoamento, essa é uma visão equivocada e imediatista.
No longo prazo, seria inegável a efetividade do Bolsa Família para reduzir desigualdades sociais históricas e atender famílias extremamente vulneráveis, garantindo que, ao menos, ás crianças tenham acesso a serviços de saúde e educação, o que no futuro, pode garantir acesso ao mercado de trabalho com relativa estabilidade e possibilidade de renda.
Fazer um balanço sobre os resultados do programa e discutir os desafios para promover mais cidadania à população brasileira, é pensar em país melhor e mais justo pra todos.​

Melhor e Mais Justo exibido em 15/08/2013
Tema: Bolsa Família

Deixe um Comentário

comentários