Melhor e Mais Justo: Política Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica

Rede TVTseg, março 10, 2014 12:48pm

: O Brasil é um dos maiores produtores de alimentos do mundo. Ao mesmo tempo, é também o campeão em uso de veneno para controle de pragas.

O modelo de desenvolvimento agrícola, baseado no agronegócio, acontece em grande parte nos latifúndios, que praticam a monocultura, utilizam sementes híbridas e transgênicas; as quais exigem o uso de determinados agrotóxicos, que são, em grande parte, fornecidos pelas mesmas transnacionais que produzem as sementes e que, em muitos casos, também são as proprietárias dos latifúndios.

Mas há outras formas de cultivo, socialmente mais justas, ambientalmente corretas e economicamente viáveis, agora amparadas pelo Plano Nacional de Agroecologia e Agricultura Orgânica, uma política pública que pode representar o início de um novo ciclo para a produção de alimentos no país.

Esse é o tema do debate no Melhor e Mais Justo.

Convidados:

Romeu Mattos Leite – Presidente da Câmara Temática Federal de Agricultura Orgânica — CTAO e membro da Comissão Nacional de Agroecologia e Produção Orgânica — PNAPO

Mário Urchei – Engenheiro Agrônomo, pesquisador em Agroecologia, Agricultura Familiar e Pesquisa Participativa da Embrapa Meio Ambiente

Douglas Yoshimi Harada – Engenheiro Agrônomo, da Secretaria de Agricultura Natural, da Fundação Mokiti Okada (FMO) — São Paulo

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.