Memória e Contexto: Raul Seixas – 3/3

​Ele foi a mosca na sopa da música popular brasileira. Abusado, sem limites, Raul Seixas foi embora quase no final de agosto de 1989, há 24 anos. É um dos melhores exemplos de artista que continua vivo na memória dos seus fãs.

Mais do que um roqueiro, Raul Seixas virou uma espécie de guru, o intérprete de uma filosofia de vida.

E até hoje — seja em show de rock, pop ou samba — há sempre alguém disposto a zumbir no ouvido de quem está no palco. É quando da plateia vem o clássico apelo: “toca Raul”.​

Memória e Contexto exibido em 30/09/2013
Tema: Raul Seixas – Loucura pouca é bobagem

Deixe um Comentário

comentários