Novo livro de Sérgio Vaz será lançado no Sarau da Cooperifa nesta terça

Fonte: Rede Brasil Atual

De sorriso largo e palavras afiadas, o criador de um dos mais famosos saraus da capital paulista, Sérgio Vaz, lança “em casa” o oitavo livro de seus mais de 25 anos de poesia. Flores de Alvenaria (Global Editora, R$ 25), oficialmente lançado no dia 23 em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, será a vedete do Sarau da Cooperifa nesta terça-feira (28), a partir das 19h30, no Bar do Zé Batidão.

A obra de 184 páginas traz contos e poesias que abordam cotidiano na periferia e alma das ruas. As calçadas do subúrbio hoje e ontem, os amigos, o amor e o poder da poesia estão impressos no livro no qual Sérgio descortina um universo nem sempre visível aos olhos menos atentos. Em verso e prosa, o autor trata sobre educação, negritude, liberdade, sexo, empatia, entre outros temas.

O autor e cantor Chico César, responsável pela apresentação do livro, descreve os textos de Flores de Alvenaria: “Variam formas e temas. Mudam a tessitura e o timbre. Pode ser poesia ou prosa. O homem e o poeta são o mesmo, um só. Romântico, mordaz, perplexo, inquieto”.

Trecho do poema Flores de Alvenaria:

Dá-me tua mão amor
a madrugada tem olhos que machucam
e as ruas estão cobertas de pequenas estrelas
anunciando que o passado sombrio
caminha contra a liberdade do futuro.

A neblina tem olhos que delatam
e noites sem pão nem flores
querem de novo sentar à nossa mesa
jã tão farta de antigas dores.

Corpos negros sangram nas calçadas
e enquanto o asfalto trama o fim da paz
o sangue dos famintos escorre surdo
no rap triste e nas filas dos hospitais.

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta