“Os países sem memória são anêmicos e não se movem”, disse Patrício Guzmán

Rede TVTsáb, julho 21, 2012 12:18am

Documentarista chileno, em passagem pelo Brasil, relata à revista Carta Maior como Pinochet apagou da memória dos chilenos os feitos do presidente Salvador Allende. E resalta a importância de um país em manter viva sua história.

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta

Você precisa fazer o login para publicar um comentário.