PM invade ocupação na Brasilândia e leva 20 estudantes para o 72º DP

Fonte: Rede Brasil Atual

A Polícia Militar invadiu na manhã deste sábado (2) a ocupação da Fábrica de Cultura da Brasilândia, zona norte da cidade. A PM levou para o 72ºDP (Vila Penteado) 20 estudantes em um micro-ônibus. Segundo a página O Mal Educado, que informa sobre a mobilização dos estudantes no Facebook, a operação foi feita sem mandado judicial e a mando da Organização Social Poiesis e do governo do estado.

“Os diretores da Organização Social, Tieta e Dr. Henzo, estão no local junto com a Polícia que realiza sua ação ilegal e arbitrária. Todos os presos, muitos deles menores, tiveram seus celulares pegos pelos PMs. No camburão, o grito é um só: não tem arrego!”,afirma a postagem dos estudantes, que pedem solidariedade e apoio de outros estudantes.

“Porta da fábrica da Brasilândia hoje de manhã: 2 bases, 8 viaturas, 3 motos e a polícia de arma na mão. Estão dizendo que querem entrar no prédio para tirar as pessoas, vestindo joelheira, preparando as bombas… E aí Poiesis, que cê tá querendo???”, afirmou postagem dos estudantes por volta de 8h.

A ocupação na Brasilândia começou na manhã de ontem (1) e já com ameaças da Poiesis, segundo os estudantes, que mandou cortar a energia do prédio. Alguns estudantes teriam ficado presos no elevador. Já o cerco policial ao prédio começou na noite de ontem (1): “Governo e Poiesis mandam viaturas em peso para tentar intimidar os aprendizes na madrugada. Mas não tem arrego! Sem mandado judicial, só podem ficar do lado de fora. A ocupação resiste noite adentro, rumo ao segundo dia. Todo apoio é bem-vindo!”, postaram ontem à noite os estudantes.

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta