Sartori é acusado de “parcialidade” no julgamento do Carandiru

Rede TVTter, outubro 18, 2016 11:23pm

O desembargador Ivan Sartori, ex-presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, foi denunciado hoje ao Conselho Nacional de Justiça por dezenas de entidades e cidadãos que atuam em defesa dos direitos humanos. Sartori é acusado de ter feito julgamento “parcial” ao absolver 74 policiais envolvidos no massacre do Carandiru.

Deixe um Comentário

comentários

Deixe uma resposta