Secretaria de segurança terá que explicar violência da PM em manifestações de SP

Manifestantes denunciam arbitrariedade da polícia durante as manifestações de junho, que reivindicavam a redução da tarifa de ônibus em São Paulo. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo tem até o dia 3 de agosto para responder sobre os excessos da polícia.

Deixe um Comentário

comentários