SP: greve na saúde continua

O governo do Estado apresentou proposta de regulamentação de 30 horas semanais, mas a medida atinge somente 25% dos 61 mil trabalhadores.

Deixe um Comentário

comentários