Trabalhadores pegam no batente no primeiro dia de 2015

Conheça as histórias de uma gerente de banca de jornal, um frentista, um taxista e um marceneiro que começaram o novo ano com muito trabalho.

Deixe um Comentário

comentários