🔴 Conde no divã: O povo nas ruas e seus sentidos, com Amnéris Maroni

Amnéris Maroni é professora do Departamento de Antropologia da Universidade Estadual de Campinas, representante docente do departamento de Antropologia na Comissão de Graduação e terapêuta.

Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo (1977), mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (1982) e doutorado em Ciências Sociais pela PUC – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1994).

Antropóloga e estudiosa de Psicanálise, sua produção intelectual tem como eixo o fecundo diálogo entre essas duas disciplinas. (Fonte: Currículo Lattes)

Amneris oferece um curso que se inicia nesta próxima semana. Leia a ementa:

“Diante do colapso ambiental e da urgência de Gaia, o animismo renovou as suas forças na virada do século XX para o século XXI e contou com o protagonismo dos povos ameríndios na luta por uma agenda global em defesa do meio ambiente e dos seres interdependentes que compõem as florestas, as matas, a Terra. A partir de então, o animismo e os povos ameríndios se apresentaram como contraponto vivo ao capitalismo e também ao indivíduo moderno, tensionando as diversas áreas do saber, como as psicanálises e a psicologia analítica. Dentre os diferentes desdobramentos, estão a recusa do diálogo e a anexação de territórios imaginários, dissolvendo diferenças ontológicas. Nesse contexto, o presente curso é um convite à reflexão crítica sobre a recepção do perspectivismo ameríndio pela área psi.”

Acesse e se inscreva:

https://www.cultloja.com.br/produto/a-recepcao-do-perspectivismo-amerindio-pela-area-psi/

Deixe um Comentário

comentários