🔴 Governo Bolsonaro rompe contrato de compra da Covaxin – STF adia julgamento do Marco Temporal

Boletim Bom Para Todos ao vivo com as notícias do dia!

– Chega a 108 o n√ļmero de mortos no duplo atentado em Cabul, no Afeganist√£o. O levantamento √© da Associated Press;

РAdiado, mais uma vez, o julgamento do Marco Temporal que afeta a demarcação de terras indígenas;

РEm sua live semanal de quinta-feira, Jair Bolsonaro minimizou o acampamento indígena e afirmou, ainda, que se o Marco Temporal não for aprovado pelo STF, vai faltar alimentos no país. Hoje no final da manhã, os indígenas foram protestar em frente ao Palácio do Planalto;

РBolsonaro também falou sobre o preço da energia. Pediu que os seguidores desligassem um ponto de luz em casa para economizar, porque as hidrelétricas podem parar de funcionar;

РHoje, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) deve anunciar mais um reajuste de preço na bandeira tarifária;

– Minist√©rio da Sa√ļde rompe contrato de compra da Covaxin com a Bharat Biotech. Esse contrato, intermediado pela Precisa Medicamentos, √© alvo da CPI da Covid.

#Covaxin
#CPIdaCovid
#Minist√©riodaSa√ļde
#MarcoTemporalN√£o
#AumentoEnergia
#Annel

📌 Fortale√ßa a TVT e a R√°dio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o ‚Äúsininho‚ÄĚ e receba os conte√ļdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Coment√°rio

coment√°rios