🔴 Reação pela Cinemateca: Memória Nacional Frente ao colapso fascista

O linguista Gustavo Conde recebe a cineasta Viviane Ferreira e a presidenta da ABPA (Associação Brasileira de Preservação Audiovisual), Débora Butruce, para um debate sobre a tragédia-crime ocorrida na Cinemateca de São Paulo e sobre as perspectivas do Cinema e da Cultura brasileiras em tempos de autoritarismo, imperícia técnica e desgoverno.

Viviane Ferreira é advogada, ativista negra e cineasta, mestre em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB) e presidiu a Comissão de Seleção do Oscar 2021, responsável pela escolha do representante brasileiro na Academia. Seu curta-metragem “O Dia de Jerusa” (2014) foi selecionado para o Cannes Short Film Corner e deu origem ao longa-metragem “Um dia com Jerusa” (2020). É diretora-presidente da Spcine, empresa pública de fomento ao audiovisual ligada à Prefeitura de São Paulo.

Débora Butruce é preservadora audiovisual, pesquisadora, produtora cultural e curadora. Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Meios e Processos Audiovisuais da ECA-USP, com doutorado sanduíche na New York University, no Moving Image Archiving and Preservation Program. É mestre em Comunicação e graduada em Cinema, ambos pela UFF. Atua na área de preservação audiovisual desde 2001, com atuação no Brasil e no exterior, além de especializações nos Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Cuba e Espanha. Membro fundador da Associação Brasileira de Preservação Audiovisual (ABPA) participa da diretoria desde 2014 e é a atual presidenta.

#Cinemateca
#CondenaTVT
#VivianeFerreira
#ABPA

📌 Fortaleça a TVT! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Fortaleça a TVT. Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários