Alta no preço de alimentos faz inflação ser maior para os mais pobres; ricos têm deflação 🎙

Victor Pagani, supervisor do escritório do Dieese São Paulo, disse em entrevista à Rádio Brasil Atual que a aceleração dos preços de alimentos e outros produtos essenciais prejudicou as famílias mais pobres, que registram inflação de 1,53% na sua cesta de consumo nos oito primeiros meses do ano.O preço da cesta das famílias mais ricas, no entanto, ficou praticamente estável, com ligeira deflação de 0,07%, por causa da queda nos preços dos serviços. Assista ao vídeo.

🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Fortaleça a TVT. Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários