Após assasinato de Isac Tembé no Pará, Cime chama atenção para crimes contra indígenas 🎙

Os indígenas têm sido alvo de ataques ao seu território, a sua cultura, ao seu modo de existir. Na última sexta-feira, Isac Tembé, 24 anos, foi alvejado com vários tiros no peito e, segundo os indígenas, foi morto pela própria polícia militar. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, Antonio Eduardo de Oliveira – secretário executivo do Cimi (Conselho Indigenista Missionário) chamou atenção para o aumento de crimes contra a população indigena. Assista ao vídeo.

#RBA
#JornalBrasilAtual

🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Fortaleça a TVT. Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários