Caso de furto de comida vencida no RS evidencia “criminalização da pobreza” no Brasil

A Defensoria Pública do Rio Grande do Sul tenta manter a absolvição de dois homens acusados pelo furto de alimentos vencidos após o Ministério Público gaúcho recorrer da decisão de primeira instância e pedir novamente a condenação. O caso “ilustra o momento que vivemos de fome, desespero e falta de políticas públicas por parte do Estado”, pontua o professor doutor em criminologia e Direito Penal e advogado criminalista Reinaldo Santos de Almeida. Em entrevista a Glauco Faria, ele destaca a responsabilidade dos membros do MP que não só denunciam como recorrem de absolvições em casos como este, com um “afã punitivista sem sentido, uma criminalização da pobreza”.

📌 Fortaleça a TVT e a Rádio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários