Duas crianças Yanonami são mortas após serem sugadas por draga de garimpo ilegal

Duas crianças indígenas Yanomami morreram, na última terça-feira (12), após serem sugadas e “cuspidas” na correnteza do rio Parima tomado por uma draga usada no garimpo ilegal, na cidade de Alto Alegre, em Roraima. O corpo de um dos meninos, de 7 anos, foi localizado e a outra criança, de 5 anos, ainda não. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, o indígena Dário Kopenawa Yanomami, vice-presidente da Hutukara Associação Yanomami (HAY), afirmou que a comunidade Makuxi Yano é uma das mais afetadas pelo garimpo ilegal. Em 2020, foram atingidos 118,96 hectares de floresta degradada na região. Segundo ele, os indígenas Yanomami estão há seis anos numa briga contra o garimpo ilegal. São mais de 20 mil garimpeiros desmatando a terra e os rios. Ele destaca que a presença do garimpo está aumentando e violando mais os direitos indígenas. Assista ao vídeo.

📌 Fortaleça a TVT e a Rádio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários