Estratégia do PT é construir alianças para 2022

Com a filiação de Bolsonaro ao PL e as possíveis candidaturas de Sergio Moro e João Doria à presidência, o campo da direita tende a se fragmentar com uma rotina de ataques mútuos entre os presidenciáveis do campo da direita/extrema direita. A avaliação é do cientista político Paulo Níccoli Ramirez, em entrevista a Glauco Faria, no Jornal Brasil Atual. Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva caminha no sentido contrário. “O PT está tentando construir pontes, uma aliança mais ampla”, observa Níccoli. Segundo ele, após o governo Bolsonaro, qualquer candidato que vença as eleições de 2022 vai ter que fazer acenos ao centro político.

#Eleições2022
#Lula
#PT
#Política
#JornalBrasilAtual

📌 Fortaleça a TVT e a Rádio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários