‘Explosão de agressividade do governo contra jornalistas é sem precedentes no país’ 🎙

Ao menos 449 violações contra jornalistas e comunicadores foram cometidas pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, seus ministros e familiares que exercem mandatos políticos, entre janeiro de 2019 e setembro de 2020. Não só jornalistas foram expostos individualmente em 104 casos (23%), por meio de acusações, exposição de fotos e de nomes – gerando, em grande parte das vezes, ataques virtuais em massa -, como também alguns veículos de comunicação foram sistematicamente hostilizados nesse período. Em entrevista à Rádio Brasil Atual, Thiago Firbida, coordenador da área de proteção e segurança do Artigo 19 e responsável pelo levantamento, deu detalhes sobre as agressões. Assista ao vídeo.

🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Fortaleça a TVT. Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários