Guerra no Sudão produziu deslocamento humano gigantesco

Os combates no Sudão entre o Exército e os paramilitares deslocaram ‘quase 8 milhões’ de pessoas. O número foi divulgado nesta quarta-feira. O Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados, Filippo Grandi, lamentou e pediu ‘ajuda urgente’ para responder às necessidades no país. Em 21 de dezembro, um porta-voz da ONU afirmou que o conflito havia causado ‘a maior crise de deslocamento do mundo’. Já são mais de 13.000 mortos nesses confrontos, de acordo com um balanço muito subestimado da ONG Armed Conflict Location & Event Data Project. Desde abril de 2023, a Etiópia, um dos seis países vizinhos do Sudão, acolheu mais de 100.000 pessoas que fugiram dos combates, segundo a ONU. Eles se somam aos cerca de 50.000 refugiados sudaneses já presentes no país. Filippo Grandi relatou que na semana passada, ‘o número de novas chegadas ao Chade ultrapassou os 500.000 desde abril e, no Sudão do Sul, em média 1.500 pessoas atravessam o país diariamente’.

⚠️ Seja membro deste canal e ganhe benefícios:
https://www.youtube.com/channel/UCmQTY7b5w61WlmBbJ5a8XrQ/join

👍🏽 Curta o vídeo e ajude a Rede TVT compartilhando com os amigos!
🔔Inscreva-se no canal da Rede TVT: www.youtube.com/redetvt
⚠️ Apoie a TVT a levar o sinal para todo o Brasil com o novo app de streaming:
Acesse https://www.catarse.me/tvt ou pelo QRCode do vídeo.

Deixe um Comentário

comentários