Inflação de 2021 fecha acima de 10%, maior alta desde 2015

Segundo o IBGE, nos últimos 12 meses, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA) acumulou alta de 10,06%, maior variação registrada desde dezembro de 2015. Segundo Patrícia Costa, supervisora de Pesquisa do Dieese, a elevação do IPCA e do INPC refletem aumento das commodities de alimentos, da inflação, da energia elétrica, dos combustíveis e do gás de cozinha, por exemplo, e sintetizam a volta da inflação acima da casa dos dígitos, estourando a meta do Banco Central. Os principais vilões de aumento da inflação são alimentos da cesta básica, gasolina, etanos, energia elétrica e o gás de cozinha. Patrícia comenta que faltou política do governo federal para impedir a elevação de preços em setores tão sensíveis à vida das famílias. Acompanhe na reportagem de Glauco Faria.

📌 Fortaleça a TVT e a Rádio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários