Juíza de SP autoriza despejo de 240 famílias, apesar de decisão do ministro Barroso do STF

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, estendeu até 31 de março de 2022 as regras que suspendem os despejos e as desocupações, por conta da pandemia. Menos de 24 horas depois da decisão do ministro, 240 famílias foram despejadas de uma ocupação localizada na Vila Sônia, em São Paulo, por decisão da juíza Luciane Tavares, da 3ª Vara Cível do Foro do Butantã. A jornalista Marilu Cabañas conversou com Benedito Barbosa, o Dito, advogado da União dos Movimentos de Moradia. Veja o vídeo.

📌 Fortaleça a TVT e a Rádio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários