Live do Conde! O Brasil entre dois mundos

A realidade que se impõe nas eleições do bicentenário é simples. Até quem odeia Lula e PT não têm escolha: votar em Bolsonaro significa cometer suicídio. Mesmo o ódio mais profundo, a frustração mais intensa, o recalque mais dramático não podem levar o eleitor a mais um salto no precipício da história.

Para os não lulistas, o voto em Lula deve ser compreendido assim: democracia ou extinção do país.

Quem não gosta de Lula deve fazer um esforço para driblar a humilhação e a cumplicidade com um genocida miliciano.

A história já está cobrando muito caro a infantilidade do passado.

Deixe um Comentário

comentários