Mega empresário golpista do agronegócio ouve gatos e lagartos na CPMI

Empresário do agronegócio, o bolsonarista Argino Bedin foi hoje à CPMI dos Atos Golpistas e ficou calado. Bedin e familiares são acusados de financiar acampamentos golpistas, enviar caminhões de suas empresas à Brasília e usar veículos para bloquear rodovias, após a derrota de Jair Bolsonaro nas eleições presidenciais. O bilionário bolsonarista, conhecido como “pai da soja”, já teve contas bloqueadas por determinação do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal. Na Comissão, usou o direito de ficar calado, mas teve que ouvir.

⚠️ Seja membro deste canal e ganhe benefícios:
https://www.youtube.com/channel/UCmQTY7b5w61WlmBbJ5a8XrQ/join

👍🏽 Curta o vídeo e ajude a Rede TVT compartilhando com os amigos!
🔔Inscreva-se no canal da Rede TVT: www.youtube.com/redetvt
⚠️ Apoie a TVT a levar o sinal para todo o Brasil com o novo app de streaming:
Acesse https://www.catarse.me/tvt ou pelo QRCode do vídeo.

Deixe um Comentário

comentários