Mesmo proibidas pelo STF, operação policial termina com duas crianças mortas no Rio de Janeiro🎙

A cientista política Jacqueline Muniz, antropóloga e especialista em Segurança Pública da Universidade Federal Fluminense, destaca que a ADPF das Favelas, que impõe rígidos regramentos para operações policiais durante a pandemia, está em vigor e, mesmo assim, outros dois assassinatos aconteceram. Para Jaqueline, as práticas dentro das políticas de segurança pública precisam ser revistas com urgência, porque não pode ser considerado natural policial matar e morrer. A pesquisadora afirma que a polícia brasileira atira muito e atira mal, e que esses tiros sempre atingem os “corpos matáveis”, que são de negros e negras, moradores das periferias, como eram Emilly e Rebeca. Jaqueline Muniz também comenta os mil dias do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Assista a entrevista completa.

#STF
#RioDeJaneiro
#PM

🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Fortaleça a TVT. Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários