“Não queremos espelho pra índio, queremos protagonismo negro” ☀

Conversamos com Frei David Santos, diretor executivo da Educafro Brasil. A organização listou medidas de responsabilização para o Carrefour por conta do assassinato de João Alberto Freitas. Frei David também critica a suspensão de decreto pelo governo Covas que destinava cotas para cargos de confiança.

🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Fortaleça a TVT. Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários