Novas filiações reforçam espaço para diferentes lutas políticas no PT, aponta cientista político

Há uma inflexão importante, para o cientista político Paulo Niccoli Ramirez, consolidada na filiação do senador Fabiano Contarato ao PT, que pode indicar uma rejeição maior ao lavajatismo partidarizado, representado nas candidaturas do ex-juiz e ministro Sergio Moro e do ex-coordenador da força tarefa, Deltan Dallagnol, ambos do Podemos. É o que destaca o professor da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (Fesp-SP) em entrevista a Glauco Faria, para oJornal Brasil Atual. Assista ao vídeo.

📌 Fortaleça a TVT e a Rádio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários