Proud Boys podem pegar até 20 anos de prisão por ataques ao Capitólio

Quatro integrantes do grupo de extrema direita Proud Boys, incluindo seu chefe, Enrique Tarrio, envolvidos no ataque ao Capitólio dos Estados Unidos em janeiro de 2021, foram condenados por “sedição”. Essa acusação envolve planejar o uso da força para se opor ao governo. Cinco membros foram julgados por um tribunal de Washington por terem invadido a sede do Congresso junto com outros apoiadores do ex-presidente republicano Donald Trump. A invasão ocorreu quando os legisladores se preparavam para certificar a vitória do democrata Joe Biden nas eleições presidenciais. O júri discordou sobre a acusação de “sedição” para o quinto réu. Desde o ataque mais de 950 apoiadores de Trump foram presos e acusados de semear o caos no Congresso. Em outros julgamentos, concluídos em novembro e janeiro, seis integrantes de outra milícia de extrema direita, os “Oath Keepers”, foram condenados por sedição, com pena de até 20 anos de prisão.

#capitolio
#extremadireita

⚠️ Seja membro deste canal e ganhe benefícios:
https://www.youtube.com/channel/UCmQTY7b5w61WlmBbJ5a8XrQ/join

🔴👍🏽 Acesse e inscreva-se no Cortes TVT: https://bit.ly/cortestvt
👍🏽 Curta o vídeo e ajude a Rede TVT compartilhando com os amigos!
🔔Inscreva-se no canal da Rede TVT: www.youtube.com/redetvt
⚠️ Apoie a TVT a levar o sinal para todo o Brasil com o novo app de streaming:
Acesse https://www.catarse.me/tvt ou pelo QRCode do vídeo.

Deixe um Comentário

comentários