Servidores da capital paulista decretam greve contra nova reforma da previdência

Os servidores municipais da capital paulista decretaram greve nesta terça-feira, contra a nova reforma da previdência municipal, proposta pelo prefeito Ricardo Nunes, do MDB. Mesmo com o frio e a chuva, 25 mil servidores participaram da assembleia, em protesto contra o projeto que desconta 14% dos salários dos aposentados que ganham a partir de um salário mínimo. Confira a reportagem.

📌 Fortaleça a TVT e a Rádio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários