Vacinação de crianças contra Covid-19 anunciada como não obrigatório contraria ECA

A vacinação de crianças, anunciada como não obrigatória pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, contraria o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), na opinião de Ariel de Castro Alves, advogado, especialista em direitos humanos pela PUC-SP, membro do Instituto Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente e ex-conselheiro do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda). Veja na entrevista à jornalista Marilu Cabañas.

📌 Fortaleça a TVT e a Rádio Brasil Atual! Manda um Pix. Chave: pix@tvt.org.br
🔔 Inscreva-se, ative o “sininho” e receba os conteúdos da TVT 📱 Seja membro do nosso canal! Veja como: https://bit.ly/2VT0hI0

Deixe um Comentário

comentários